Correndo com as amigas no Parque da Cidade
Brasília Top

Correr em Brasília: o Parque da Cidade

mar 20, 2017 Adriana Magalhães
Conte pros seus amigos
Share

 

“Se encontraram então no Parque da Cidade, a Mônica de moto, o Eduardo de camelo”…

Os versos do inesquecível Renato Russo revelaram ao Brasil o parque que os brasilienses já curtem e veneram há tempos: o Parque da Cidade Sarah Kubitscheck. Nós chamamos só de Parque da Cidade mesmo, e tem gente um pouco mais velha que ainda chama de Parque Pithon, o antigo nome da época da ditadura.

O parque da cidade tem 4,2km2, ocupa toda a Asa Sul de Brasília, é maior do que o Central Park de Nova York (que tem 3,41km2) e bem maior que o Ibirapuera de São Paulo, que tem 1,5km2. Ele é todo arborizado e é uma delícia correr por ali. Vista aérea do Parque da Cidade - Foto: Wbrasília

A galera de Brasília já amanhece bem cedo no Parque da Cidade fazendo exercício. Tem várias quadras de tênis, de vôlei de praia, equipamentos comunitários de ginástica, mas o que faz sucesso mesmo são as pistas de caminhada e de ciclismo.

Até há bem pouco tempo, corredores e ciclistas dividiam a mesma pista. Já aconteceram acidentes fatais por causa disso, e uma antiga reivindicação foi realizada recentemente: foi feita mais uma pista e agora cada um tem a sua.

Ciclista no Parque da Cidade

As pistas de corrida do Parque da Cidade

O Parque da Cidade tem 3 pistas de corrida: uma de 4km, uma de 6km e outra de 10km.

O ponto inicial da marcação fica bem próximo aos hotéis, o que é uma coisa boa para os turistas. Começamos a contar os quilômetros em frente ao estacionamento 12, dos Parques Ana Lídia, Nicolândia e da Administração do Parque da Cidade. É ali também que tem um vestiário público com chuveiros individuais (porta e espaço para trocar de roupa individualmente). Em todo o percurso existem vários banheiros.

Com as amigas, no ponto inicial da corrida no Parque da Cidade

Minha equipe de corrida no Parque da Cidade

Correndo 4km no Parque da Cidade

Pista de 4 km do Parque da Cidade em BrasíliaSe você quiser fazer o trecho de 4km e quiser evitar subidas, sugiro que faça o sentido anti-horário. No percurso de 4km do Parque da Cidade você passa pelo pavilhão de exposições, retorna passando por uma ponte onde tem o lago dos pedalinhos (e dos patos, que fazem cocô por todo lugar mas são uma atração à parte, principalmente para as crianças).

Correndo no Parque com a Roda Gigante ao fundo - Foto: Correio BrazilienseVai passar também em frente ao Kart Carrera e ao Parque Nicolândia e suas atrações como a Roda Gigante e a Montanha Russa. Tem dois pontos de água (você vai ter que atravessar a pista dos ciclistas para beber água), mas não se anime muito: várias vezes, os bebedouros estão secos.

Os 6km do Parque da Cidade

Nós, corredores, costumamos dizer que temos que fazer o oito pra completar 6km. O que é isso? A gente cruza duas vezes a ponte acima do Lago dos Pedalinhos, na ida e na volta, porque se não fizermos isso acabamos correndo menos do que 6km.

Então, depois de cruzar a ponte do Lago dos Pedalinhos, ao invés de voltar ao início do parque e completar os quatro km, você segue pela pista pelo lado contrário e completa o percurso de 6km, fazendo o retorno próximo ao Parque das Fontes, onde acontecem muitos shows na capital. Não se esqueça de, ao visualizar novamente a ponte dos pedalinhos, cruzá-la novamente para completar o percurso de 6km.

Correndo 10km no Parque Sarah Kubitscheck

Seguindo o percurso de 6km, ao invés de fazer o desvio antes da Praça das Fontes, você continua para completar os 10km. No sentido horário, tem uma graaaaaande subida no final do Parque. No sentido anti-horário, tem subida também, mas não é tão inclinada mas é chatinha, pois dura muito tempo.

Você vai passar pelo bosque dos eucaliptos, onde existem várias churrasqueiras e as famílias se divertem ali nos fins de semana. Vai passar por uma antiga quadra de bocha onde a galera faz aula de patinação.

A galera do Patins no Parque da Cidade, Brasília

Vai passar pela saudosa Piscina de Ondas, que está fechada há décadas e fez a alegria da minha geração na década de 80. E vai voltar, refazendo todo o caminho.

Eu adoro esse imenso espaço democrático que é o Parque da Cidade. Adoro correr lá de manhã cedo e às vezes encontrar o laguinho envolto em brumas. Adoro ver a Torre de TV durante todo o percurso. Adoro encontrar várias pessoas, de todos os tipos físicos, classes sociais, cor e raça curtindo o nosso parque. É uma honra poder desfrutar de tudo ali.

Parque da Cidade, em Brasília

 

Outras atrações do Parque da Cidade

Mapa do Parque da Cidade - Fonte: Wbrasília

O tradicionalíssimo Parque Ana Lídia é um convite à diversão gratuita de crianças. O castelinho já foi um lugar em que eu me encantava quando criança, agora está bem sujo. Mas nesse espaço já rolaram festas muito legais, como a Mimosa. Já o Nicolândia é um parque de diversões e é pago, também é tradicional e tem várias atrações interessantes.

O Parque da Cidade conta com vários bares e restaurantes, e na Praça das Fontes acontecem shows ao ar livre quase todos fins de semana. Para as famílias, nada melhor do que aproveitar as churrasqueiras e mesas de piquenique espalhadas pelo parque. Eu sugiro as que ficam no Bosque dos Eucaliptos, onde também acontecem umas feirinhas bem legais quase todo mês, como a PicNik.

Eu e meus filhos num show de rock na Praça das Fontes

Veja também


Você gosta do nosso blog? Então lembre-se de nós quando precisar reservar hotel ou alugar carro. Afinal de contas, um blog independente como o nosso não tem outra fonte de renda. Pra ser mais legal ainda, coloque esse link booking.com/?aid=850843 nos seus favoritos. Compartilhe, divulgue!
Não custa nada pra você é para o blog já é uma grande ajuda! Nós ficamos agradecidos!!!


Booking.com

banner-horizontal-ebook-7passos

Conte pros seus amigos
Share