O sol acabou de nascer em Machu Picchu
Peru

Qual é o melhor horário para visitar Machu Picchu?

jul 25, 2022 Adriana Magalhães
Conte pros seus amigos
Share

Quer ver o sol nascer em Machu Picchu? Quer aproveitar que as multidões ainda não tomaram cada centímetro do lugar?

Então sugiro que faça como eu: escolha o horário das 7 horas da manhã pra entrar em Machu Picchu. 

O sol acabou de nascer em Machu Picchu

Como assim?

Para visitar Machu Picchu, hoje em dia, não basta chegar e entrar. Além de ter que comprar o bilhete com muita antecedência, você tem que escolher o horário que  você vai entrar em Machu Picchu. Os horários começam às 6 horas da manhã e vão até 14h. Veja aqui o site oficial de venda de ingressos para Machu Picchu. É bom começar a procurar os ingressos com uma antecedência de 2 a 3 semanas, porque pode ser que o horário que você deseja já esteja esgotado. 

E você ainda tem que escolher um dos 5 circuitos sugeridos no site para visitar Machu Picchu e não tem como sair dele, não tem como voltar, só caminha para a frente. Nós escolhemos o circuito 4 porque queríamos subir a montanha Huchuy Picchu, que está incluída no pacote. Tem outros circuitos (1 e 2) em que se tem a vista clássica de Machu Picchu e que não pudemos acessar, mas como eu queria muito subir a Huchuy Picchu, escolhemos o 4 mesmo. E adorei a experiência. 

Cada ingresso adulto custou 152 soles ou R$ 210. Os meninos pagaram a tarifa de menor de idade (o Arthur completou 18 anos dois dias depois), que era 70 soles ou R$ 96.

Então, o horário que eu comprei foi para entrada de 7 às 8 horas da manhã. Para entrar nesse horário, você tem que dormir em Águas Calientes que é o Machu Picchu Pueblo, acessível exclusivamente de trem (chegamos lá na tarde do dia anterior). A cidadezinha de Águas Calientes  fica embaixo de Machu Picchu, a cerca de meia hora de ônibus que faz o trajeto de subida da montanha. Ah! Também tem a opção de um hotel chique e MUITO MAIS CARO, que fica na entrada de Machu Picchu, mas estava além das minhas possibilidades. 

Comprando o ônibus para Machu Picchu

Junto com a entrada de Machu Picchu eu já comprei os boletos do ônibus. Ida e volta para cada um de Aguas Calientes a Machu Picchu ficou em 24 soles ou R$ 33. Tem os bravos que sobem a pé pra economizar o busu, mas pense numa caminhada que deve ser difícil. 

O nascer do sol em Machu Picchu

Nós escolhemos entrar às 7 horas da manhã porque queria ver o nascer do sol, e no horário das 6h, além de muito cedo, o sol ainda iria demorar para sair detrás das montanhas. E foi a escolha mais acertada, pelo menos para o mês de julho, pode ser que no verão o sol nasça mais cedo. O sol estava exatamente saindo por detrás da montanha às sete e pouco da manhã, e a gente já estava lá dentro, a luz maravilhosa, fiquei até emocionada!!!  Nesse horário ainda tem pouca gente em Machu Picchu, dá para tirar foto sem as pessoas por perto, a gente consegue andar sem esbarrar nas pessoas…  

O sol nascendo em Machu Picchu

O sol nascendo em Machu Picchu

O sol nascendo em Machu Picchu

Para estar nesse horário em Machu Picchu a gente saiu do nosso hotel Vilas Insight às 6h da manhã, eles já tinham preparado um kit café da manhã para cada um, muito bom, com água, sanduíche, mexerica e biscoitos. Caminhamos uns 5 minutos e chegamos no lugar de onde saem os ônibus (todo mundo na rua naquele horário está indo pra lá, então nem precisa perguntar onde é). Esperamos um pouco e já subimos no ônibus. A viagem dura meia hora subindo os caracoles nas montanhas, coisa mais linda. 

Quando chegamos na frente da entrada de Machu Picchu, não havia ABSOLUTAMENTE ninguém da administração para nos explicar nada. Entramos numa fila, e descobrimos que estávamos na fila errada já na entrada, ninguém nos explicou nada. Daí nos informaram onde era a fila pro circuito 4, fomos pra lá. Essa chateação atrasou nossa entrada em uns 10 minutos, ok, o sol ainda não havia nascido, mas fiquei chateada com a falta de organização. Ah, eles não te entregam nenhum mapa na entrada e não há nenhuma explicação. É bom salientar que já na saída dos ônibus e na entrada de Machu Picchu DEZENAS de guias turísticos oferecem seus serviços aos turistas, a maioria já contrata ali mesmo antes de entrar no ônibus. Nossa família curte mais fazer o passeio solo, com liberdade para parar e ficar admirando as coisas do nosso jeito, mas eu acho que a administração do Machu Picchu meio que prioriza que os turistas contratem guias. 

Montanha Huchuy Picchu

Montanha Huchuy Picchu, em Machu Picchu

No nosso ingresso estava incluída a entrada para Huchuy Picchu, que é essa montanha menor que sempre aparece nas fotos de Machu Picchu. Quando eu e Bruno estivemos lá em 2001, nós subimos a Huayna Picchu, que é aquela montanha grandona símbolo do sítio. Mas agora, 21 anos depois, eu duvidei da minha capacidade física de fazer aquela subida, então optamos pela Huchuy Picchu, que é bem menor, com uma subida mais leve. Mas é linda demais.

Na subida, a gente vê o trilho de trem láaaaaa embaixo, vimos até o trem passando. Não recomendo essa trilha para quem tem medo de altura, até encontramos uma moça porto-riquenha sentada na trilha dizendo que estava apavorada com medo de subir. Realmente, a subida é íngreme e pode gerar um medinho se você olhar para trás, mas nada que seja tão difícil. Subimos em pouco tempo e ficamos lá, observando Machu Picchu lá de cima. Pense numa sensação boa!!!!

Vista da Montanha Huchuy Picchu, em Machu Picchu

Vista de Machu Picchu a partir da montanha Huchuy Picchu

Ah, uma informação importante: não tem banheiro dentro de Machu Picchu. Só na entrada, e custa 2 soles por pessoa. Não tem nada para comprar comida e bebida também, então não deixe de levar sua água.

De qualquer forma, estar em Machu Picchu é ter a sensação de estar num lugar mágico, um lugar especial na Terra. Não tem como não se emocionar. E vale MUITO a pena. 

 

Conte pros seus amigos
Share