chile

Ilha de Páscoa com crianças

ago 05, 2012 Adriana Magalhães
Conte pros seus amigos
Share

 

Passeando pela Ilha de Páscoa

Existem alguns lugares que conheci no mundo que fizeram meus olhos se encherem de lágrimas. A Ilha de Páscoa (Isla de Pascua, Easter Island, ou simplesmente Rapa Nui) foi um desses. Ela é simplesmente indescritível.

Eu, Bruno e nossos filhos Arthur e Léo estivemos lá na última semana. Foi a  coroação de 2 semanas de uma maravilhosa viagem ao Chile.

Como chegar na Ilha de Páscoa?

Rapa Nui fica muito longe do continente. São quase 5 horas de voo de Santiago, 2 horas de diferença de fuso horário, uma ilha perdida no meio do Oceano Pacífico, longe de toda e qualquer civilização, por isso mesmo que a chamam de Umbigo do Mundo. Mas em termos culturais, estilo de vida e até de língua, a Ilha de Páscoa fica ainda mais longe do Chile, país ao qual pertence.

O voo da Lan é super confortável. Com telas individuais que distraíram os meninos (e os adultos também) o tempo todo, diferente do voo entre o RJ e Santiago, que não tem diversão nenhuma.

Nós chegamos na Ilha de madrugada (pois nosso voo da Lan sofreu um atraso de 8 horas, ainda bem que soubemos disso antes de chegarmos ao aeroporto), fomos recepcionados com colares de flores pelo pessoal de nossa pousada, Tea Nui, muito gostosa mas bem simples. Veja aqui mais hotéis na Ilha de Páscoa.

Como se locomover na Ilha de Páscoa

No dia seguinte, já alugamos um jipinho com as atendentes do hotel, que fizeram questão de explicar tudo sobre a ilha. Comprei no centrinho de Hanga Roa (a única “cidade” da ilha) um livro bem completo sobre Rapa Nui, “Descubriendo Isla de Pascua”, de James Grant Peterkin, que vive há 12 anos na ilha como guia turístico, que recomendo muito, uma vez que ele fala sobre simplesmente tudo que existe na ilha. E saímos para explorar.

O dia estava azul, friozinho básico, estávamos de bermudas, mas a moça do hotel nos advertiu a levarmos um barra vento porque o vento lá era doido. Afinal, estávamos no meio do oceano pacífico. Quem sou eu para duvidar?

O vulcão Rano Kau

A primeira coisa que fizemos foi seguir em direção à cratera do vulcão extinto Rano Kau. A explosão há milhares de anos deu lugar a uma imensa piscina, de 1 km de diâmetro, que é a belíssima cratera do Rano Kau. O vento lá não dá trégua, mas a vista é simplesmente fantástica, de lá se pode ver o vulcão e praticamente toda a ilha. O carro chega até lá em cima, bom para quem não quer (ou não pode) percorrer grandes distâncias andando. Nós ficamos encantados!!!!

Cratera do vulcão Rano Kau, na Ilha de Páscoa

Ruínas de Orongo, Ilha de PáscoaAs ruínas de Orongo

Logo em seguida, está Orongo, as ruínas de uma aldeia cerimonial onde se celebravam as provas do Homem Pássaro (quem não viu o filme Rapa Nui, que passou há alguns anos?). Orongo está numa das bordas da cratera, de um lado, e do outro despenhadeiros majestosos sobre o oceano pacífico.

Lá embaixo, no mar, as três ilhotas, para onde os candidatos a homem pássaro nadavam, cercados de tubarões, esperavam que uma ave pusesse um ovo, às vezes passando semanas na ilha, pegavam o ovo e tinham que nadar de volta, escalar o penhasco acima e trazer ovo inteiro para serem considerados o homem pássaro do ano. Ufa, me deu preguiça só de falar.

Mas o povo vivia numas casas praticamente enterradas no chão, por pedras. Uma coisa bem interessante. É um lugar mágico que vale muito a pena conhecer. Em Orongo, tem uma sede do parque nacional, com algumas informações, banheiro, e, se o visitante não pagou a visita ao parque no aeroporto (nós fizemos isso), deve pagar em Orongo (ou em outra parte da ilha que tenha a sede do parque, falarei sobre isso mais a frente).

Mas o dia tinha apenas começado (acredite se puder). Estávamos no início da tarde e ainda não tínhamos visto os moais. Então, seguimos em direção deles e chegamos em… Rano Raraku (a fábrica ou plantação de moais). Foi lá que senti meus olhos se encherem de lágrimas. Que a emoção tomou conta de mim.

Ilha de Páscoa com crianças

Saiba Mais

– Leia aqui sobre grutas, praias e moais na Isla de Pascua

Você gosta do nosso blog? Então lembre-se de nós quando precisar reservar hotel ou alugar carro. Afinal de contas, um blog independente como o nosso não tem outra fonte de renda. Pra ser mais legal ainda, coloque os links abaixo nos seus favoritos. Compartilhe, divulgue!
Já deixa os links nos seus favoritos, pra facilitar!!! Não custa nada pra você é para o blog já é uma grande ajuda! Nós ficamos agradecidos!!!


Booking.com

banner-horizontal-ebook-7passos

Conte pros seus amigos
Share