Santa Catarina

O paraíso do litoral sul catarinense

jan 16, 2012 Adriana Magalhães
Conte pros seus amigos
Share

E depois de uma semana em Floripa, eu, Bruno, Léo e Arthur fomos pro litoral sul catarinense. Mais especificamente, pra Praia do Rosa, a pouco mais de 100 km de Floripa. E daí eu comecei a entender por que se fala tão bem daquela região. A vila da Praia do Rosa é uma vila cercada de Mata Atlântica por todos os lados.

Dica de pousada na Praia do Rosa

Ficamos na deliciosa Pousada Casa do Ceo, e meu quarto parecia uma casa na árvore, eu abria a janela e me deparava com um verde sem fim. Pergunta se eu fiquei feliz.

A mata Atlântica me dando boas-vindas na pousada Casa do Céo, Praia do Rosa/SC
Além disso, a dona da pousada, dona Nenê, é uma mineira muito simpática, servia chá da tarde e sempre encontrava um jeito de dar mais uma fornada de pão de queijo para o Léo e Arthur.

O momento do chá da tarde (às 6 horas), nos dias em que a gente conseguia chegar da praia a tempo, era uma confraternização total com os outros hóspedes e os donos. Sério, me senti em casa lá. E o Léo ficou superamigo da neta da Nenê, a bela Isabella, que vai fazer 4 anos “in England”. Além disso, a Nenê era super solícita e marcava jantares para nós nos restaurantes super transados da cidade, onde comemos e bebemos super bem.

A Praia do Rosa

A gente chega na praia do Rosa descendo o morro a pé. Ou estacionando o carro num canto da praia. É considerada uma das mais belas baías do mundo e eu acredito, acredito, acredito. Com morros dos dois lados, a praia tem um mar forte, lotado de surfistas, e gelado.
Mas…. tchan tchan tchan tchan: tem uma lagoa morninha e limpa bem no meio da praia. Ou seja, você acha que nós e os meninos ficamos onde: na lagoa calminha e quente, vendo peixinhos e andando de caiaque? Ou morrendo de frio nas ondas fortíssimas do mar? Ganha um doce quem responder.

Lagoa de água morninha na Praia do Rosa

Guarda do Embaú

Essa é uma praia que sempre viveu no meu imaginário. Sempre ouvia falar da lindeza do lugar, o que foi ainda mais aguçado com o pessoal do In Natura, grupo musical de quem eu sou fã, que sempre fala do lugar nas letras das músicas.
Então fomos pra Guarda. Chegamos na hora do almoço numa chuuuuuuva. Almoçamos num restaurante muito bom, o Seacoquille. Quando saímos de lá, o sol brilhava. O céu estava azul. Tudo para que o cenário fosse o mais lindo para nos receber com a fantástica visão da Guarda.

Pagamos os 4 reais do barqueiro, atravessamos o rio e estávamos lá, na praia, de um lado um morro coberto de Mata Atlântica, depois o riozinho com barquinhos coloridos, a praia e ao fundo as dunas. É lindo mesmo, viu gente? As músicas e a fama não estavam exagerando.

A Guarda do Embaú é simplesmente maravilhosa
Já Valeu – In Natura
E é só me chamar que eu vou no seu compasso
Me leva nas curvas do rio
Rumo ao encontro do mar
Uma paradinha ‘the flash’ lá na praia da Guarda
Brincar de bola na areia e correr na beira da praia

Guarda do Embaú/SC

Se quiser ver a Guarda de cima, que tal fazer a trilha do Morro do Urubu? O blog Apure Guria testou a trilha, ralou muito, mas a vista compensou.

Ferrugem

Quando chegamos à praia da Ferrugem, que fica entre o Rosa e Garopaba, o sol já estava baixando. Eu desci do carro com o Bruno e Léo e fiquei embasbacada: dezenas, centenas de tribos de jovens (me sinto velha falando assim) deitados na areia. Nunca me senti tão velha, me lembrou os tempos da UNB, não tinha ninguém com mais de 25 anos na praia, e nenhuma, NENHUMA criança (fora o Léo)! Um peixe fora dágua estaria mais à vontade do que eu ali…

Mas o Bruno não se deu por rogado. Pegou o carro e fomos para o outro lado da praia. Aí sim. Um rio da cor de ferrugem corria rápido ao encontro do mar. Os meninos logo correram para entrar na correnteza e se divertir descendo o riozinho, que não era morno, mas era muito menos gelado que o mar. Os carros andam pela praia ali, e as famílias montam seu barraco. Tem picolé e choripan. Mais família, impossível. No dia seguinte, o Léo já acordou querendo ir pra lá de novo. E fomos.

Praia da Tereza

Se não fosse pelos melhores amigos dos meninos da escola, nunca teríamos conhecido a praia da Tereza. Não porque não seja bonita, ela é linda. Mas é totalmente isolada, perdida no mapa. Não consta dos guias turísticos.

Praia da Tereza/SC
Foi assim: os pais do Miguel (o amigo do Léo) e Jana (amiga do Arthur) nos disseram que estariam ali em janeiro. Então decidimos ir visitá-los. Eles nos deram apenas indicações de como chegar lá, simplesmente porque lá as casas não tem endereço.

Dirigimos até Laguna, uma bela cidade histórica ao sul da Praia do Rosa, pegamos uma balsa, andamos um pouquinho na estrada de terra, seguimos as indicações e pronto: chegamos a uma baia linda, sem restaurantes, pousadas, picolés ou choripan. Mas com a casa de nossos amigos bem na beira do mar. E os meninos nos recebendo pulando de alegria na varanda. E os adultos nos recebendo com um bom papo e cerveja gelada. Bom demais. Pra que querer mais?
Trilha na Praia da Tereza/SC
E a coincidência das coincidências: Andrea, minha amiga de muitos anos lá do TRF, também tem uma casa na mesma praia! A praia que tem umas 30 casas tem duas casas de pessoas conhecidas nossas, de Brasília! Fui também visitar a Andrea e saímos felizes da Praia da Tereza. Praia de amigos.

Seguindo o caminho que passa pela praia da Tereza, chega-se ao Farol de Santa Marta. Nós não fomos lá, mas disseram que é um local belíssimo também.

A beleza do litoral de Santa Catarina

Com isso, o litoral sul catarinense me conquistou. Fiquei totalmente embasbacada de ver praias preservadas, surfistas demais, dunas como as do Siriú, onde ficamos nos divertindo vendo a galera se estabacar no esquibunda.

As dunas de Santa Catarina são diferentes das do nordeste: a gente não queima o pé, não morre de calor para subir e se diverte muito também. Tudo isso, cercado pelo verde da Mata Atlântica.  Essa é a receita. Só indo lá para saber o porquê da nossa cara feliz!
Praia da Ferrugem/SC

 


 

Você gosta do nosso blog? Então lembre-se de nós quando precisar reservar hotel ou alugar carro. Afinal de contas, um blog independente como o nosso não tem outra fonte de renda. Pra ser mais legal ainda, coloque esse link booking.com/?aid=850843 nos seus favoritos. Compartilhe, divulgue!
Não custa nada pra você é para o blog já é uma grande ajuda! Nós ficamos agradecidos!!!


Booking.com

banner-horizontal-ebook-7passos

Conte pros seus amigos
Share