Rio Grande do Sul Sem categoria

Governo abandona canyons do Sul: moradores assumem a visitação

set 06, 2017 Adriana Magalhães
Conte pros seus amigos
Share

Imagine a cena: acaba o contrato terceirizado do órgão responsável por cuidar dos parques nacionais e esse contrato simplesmente não é renovado. Pois é, isso aconteceu em outubro de 2016, quando o Instituto Chico Mendes (ICMBio), órgão que cuida dos parques nacionais, abandonou os canyons da região de Aparados da Serra e Serra Geral, entre Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Imagine o desespero dos moradores, que vivem do turismo que esses canyons levam à região? São dois os parques que encantam os visitantes: o Aparados da Serra e o da Serra Geral, entre Cambará do Sul/RS e Praia Grande/SC.

Os empresários se uniram num Trade Turístico da região Aparados da Serra – Canyons do Brasil, e organizaram um projeto de voluntariado. Isso permite que os parques não fechem suas portas. Eles ficam nas guaritas, explicando o funcionamento aos visitantes, e recolhem um ingresso voluntário no valor que a pessoa quiser. Claro que nós fizemos questão de pagar 20 reais em cada parque.

Canyon Itaimbezinho

São 18 km de estrada de terra que separam Cambará do Sul do canyon Itaimbezinho, Parque Nacional do Aparados da Serra. Sinceramente, não achei a estrada tão ruim quanto eu via descrito em alguns sites turísticos, talvez porque fazia tempo que não chovia na região ou porque eu já tivesse andando em tanto buraco na viagem que tudo o que não era péssimo parecia bom.

A estrutura do Canyon Itaimbezinho é boa, com estacionamento, centro de visitantes, banheiro, um pequeno museu e área de piquenique. As trilhas são muito bem informadas por placas.

Canyon Itaimbezinho

Trilha do Cotovelo

Nós começamos fazendo a trilha mais longa, a Cotovelo, de 3km (6km ida e volta pelo mesmo lugar), que começa no meio da mata, mas na metade você já começa a visualizar os maravilhosos canyons. É uma trilha bem fácil, sem nenhuma subida ou trecho delicado.

Não há segurança nas trilhas, apenas uma corda indicando o local de onde não se deve passar, mas vi uma turista sem noção, daquelas loucas por selfie, atravessando a corda e chegando próximo ao despenhadeiro.

Pense num lugar lindo. Reserve um tempo para admirar a grandiosidade da natureza. Depois me conta.

Canyon Itaimbezinho

Canyon Itaimbezinho

Canyon Itaimbezinho

 

Trilha do Vértice

Essa trilha é bem mais curta, apenas 1,5km de ida, margeando o tempo todo o canyon itaimbezinho.

Canyon Itaimbezinho

Nós fizemos essa visita pela manhã, eu, o Bruno e os meninos. Saímos do parque um pouco depois de meio-dia. A intenção era visitar o canyon Fortaleza, no Parque da Serra Geral, no mesmo dia, mas os meninos preferiram curtir o nosso delicioso hotel, o Cambará Eco Hotel.

Então o canyon Fortaleza, na Serra Geral, ficou para o dia seguinte

Canyon Fortaleza

Tudo o que eu já imaginei sobre os canyons brasileiros ficou no chinelo depois que eu me deparei com a GRANDIOSIDADE do canyon Fortaleza, na Serra Geral. Nesse caso, a realidade superou a imaginação. 

Eu tinha estado lá na minha lua de mel, em 1999, passamos umas 3 horas em frente ao canyon e não vimos absolutamente nada por causa da típica neblina, ou viração, como eles falam. É muito comum que a neblina simplesmente inviabilize o passeio, deixe isso na cabeça.

Dessa vez, no inverno de 2017, eu, Bruno e os meninos fomos recepcionados por um lindo dia azul de sol. Nem sinal de nuvem ou neblina.

Saindo de Cambará do Sul, para ir aos canyons da Serra Geral, onde fica o canyon Fortaleza, você passa por um caminho diferente do Itaimbezinho. São 22 km de estrada divididos  entre terra e asfalto. Na cancela do Parque, vemos a ausência do Estado: o grupo de moradores oferece algumas informações, há um banheiro perto da cancela e a possibilidade de deixarmos um dinheiro como contribuição, já que o Brasil abandonou a administração do parque. A estrutura da Serra Geral é bem mais fraca que o Itaimbezinho, não há placas e quase nenhuma informação.

Trilha do Canyon Fortaleza

Como fazia muito tempo que não chovia por lá, a estrada era um pó! Nossa sorte foi que chegamos cedo e conseguimos parar o carro no início da trilha. Quando fomos embora, ao meio-dia, os carros estavam parando muito longe e as pessoas andavam como podiam no meio da poeira.

Sabíamos que só poderíamos fazer uma única trilha, pois só tínhamos a manhã para conhecer esse canyon, já que tínhamos que estar em Florianópolis antes de anoitecer.

Trilha do Mirante

Escolhemos seguir a trilha do mirante (3km ida e volta), com bastante subida, mas trilha tranquila. Vamos margeando os canyons o tempo todo e o fôlego vai nos faltando, certamente por causa de tanta beleza que enche os olhos e o coração. Num momento da trilha, conseguimos avistar a lagoa do Sombrio e a Praia de Torres, no Rio Grande do Sul, tendo o mar lá no horizonte.

Da trilha do Canyon Fortaleza dá pra ver o mar

Canyon Fortaleza

 

O Fortaleza possui 7,5 km de extensão e, em alguns pontos, possui até 900 metros de altura. Mas nenhum número que eu te passe vai te dar a exata dimensão daquilo tudo. Prepare o coração para tanta lindeza. Pare numa das pedras, aprecie a paisagem, agradeça a oportunidade de estar ali, curta o vento no rosto.  

Canyon Fortaleza

Canyon Fortaleza

Canyon Fortaleza

Canyon Fortaleza

Canyon Fortaleza

 

 

Saiba que você está vendo uma das maravilhas do Brasil. Tão pouco conhecidas lá fora e tão negligenciadas pelo governo brasileiro. Agradeço aos moradores que mantiveram o projeto e permitiram a turistas sedentos de paisagens curtir aquelas paragens. Será que eu fiquei feliz?

Canyon Fortaleza

Canyon Fortaleza

Canyons do Sul do Brasil

 


 

Você gosta do nosso blog? Então lembre-se de clicar nesses banners quando precisar reservar hotel ou alugar carro. Aliás, já coloca nos seus favoritos!!!

Não custa nada pra você é para o blog já é uma grande ajuda!

Booking.com

banner-horizontal-ebook-7passos

Conte pros seus amigos
Share