crianças Rio de Janeiro

Rio de Janeiro com crianças

out 28, 2014 Adriana Magalhães
Conte pros seus amigos
Share
Tenho certeza de que a maioria dos meus leitores já foi ao Rio de Janeiro. Eu já fui várias vezes, mas foi especialmente inesquecível levar crianças à cidade maravilhosa. Eles estavam encantados com Rio à distância, vendo o desenho Rio obviamente. Então escolhemos um mês fresco para levar as crianças ao Rio de Janeiro pela primeira vez, era maio de 2013. Porque o calor do Rio de Janeiro no verão ninguém merece.

Hospedagem no Rio de Janeiro

 

Mulher e duas crianças na praia, Morro Dois Irmãos ao fundo, IpanemaFicamos hospedados num apartamento pequeno alugado em Ipanema. Nada mais adequado porque eu adoro Ipanema. Ipanema tem a paisagem maravilhosa, as pessoas lindas, lojas bacanérrimas, todo clima de Ipanema. Sair de qualquer jeito de casa e caminhar pelas ruas de Ipanema é certeza de fazer um belo passeio.
Além disso, os hotéis no Rio são os mais caros do Brasil. Uma diária para uma família de 4 pessoas fica caro. Então, alugar um apê é bem mais legal.

Passeios imperdíveis com crianças no Rio de Janeiro

Claro que fomos a praia: estava fresco, sol fraquinho, bem gostoso. Agendamos uma visita ao Corcovado para o sábado a tarde. A partir daquela época, 2013, as subidas ao Corcovado só podiam ser compradas pela internet, marcando data e hora. Isso não é muito bom porque pode chover. Mas é bom para evitar filas na hora de comprar o ingresso ou até mesmo não achar ingresso para subir no bondinho. Hoje eu sei que os ingressos voltaram a poder ser comprados na bilheteria do Cosme Velho, de onde saem os bondinhos. R$ 50 adultos, criança paga meia.
É absolutamente essencial passar pela experiência de subir de bondinho o Corcovado para sentir toda exuberância da paisagem da Mata Atlântica do Rio de Janeiro. Algo que não se pode explicar. Uma variedade cores, sons, cheiros que só quem vê de perto pode sentir. Lá em cima, existem várias opções para quem tem mobilidade reduzida: elevador, escadas rolantes.

Imagino que em qualquer época que você escolha para ir, sempre vai estar cheio, sempre vai ter pessoas nas suas fotos. Por outro lado, a paisagem será sempre maravilhosa. A beleza do Rio de Janeiro simplesmente não tem explicação. Encontre um espaço na murada e fique apenas admirando aquela beleza. Nós subimos no fim da tarde e lá em cima do Corcovado faz friozinho nesse horário. Pelo menos em maio fazia. Sugiro que você leve um casaco. E prepare-se para pegar uma grande fila para voltar.
Criança rindo, mata atrásPai e filhos em frente ao Cristo Redentor

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pão de Açúcar

No domingo de manhã não fomos à praia porque estávamos fazendo turismo e tínhamos um programa muito legal para fazer. Subir o Pão De Açúcar. Não preciso falar nada sobre aquela paisagem maravilhosa. Ela já está retratada em fotos vídeos e tudo o mais espalhados pelo mundo. Lá e cima, você pode ficar somente admirando a paisagem ou caminhar por trilhas, ver as pessoas escalando o paredão. Quando descemos, almoçamos num maravilhoso restaurante tipicamente carioca na Urca, outro maravilhoso bairro da cidade maravilhosa.
Família em mirante mostrando o Rio de Janeiro

 

Museu de Arte do Rio – MAR

Naquele mesmo dia, ainda fomos ao Mar, Museu de Arte do Rio, que fica no prédio belíssimo na Praça Mauá, no centro do Rio. Na época, o Museu tinha sido recém-inaugurado e gostei bastante da exposição que vi ali.

Exposição simulando favela

O que fazer no Rio de Janeiro quando chove

No ano de 2014, voltamos ao Rio com as crianças para eu correr a meia maratona. A viagem foi em julho, num fim-de-semana chuvoso e frio. Como não havia chance de ir à praia, tivemos que arrumar opções para divertir as crianças.
Fomos ao Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão. No prédio belíssimo em que viveu a família real, encontram-se várias peças super interessantes como múmias, esqueletos de dinossauro, meteoritos, animais empalhados, fósseis, tudo que as crianças mais gostam. É um museu de história natural com um acervo muito, mas muito interessante. É a mais antiga instituição científica do Brasil e o maior museu de história natural e antropológica da América Latina, criado por D. João VI, em 1818. Preço da entrada? R$ 6 a inteira. Sugiro deixar reservadas umas 3 horas para a visita.

Mãe e filhos em frente a palácio e escultura

Mulher em frente a ossada de dinossaruro

Família em frente a meteorito em museu

 

MúmiaO problema é que o museu não tem lanchonete nem restaurante. Não tem lojinhas para venda de souvenir. Fica em frente à Feira de São Cristovão, para quem quiser conhecer e comer. Eu não fui.
Lá no Rio, a gente anda muito de táxi, que é barato, e de ônibus, que são bons. É uma cidade para curtir, faça chuva ou faça sol!

Leia também


Você gosta do nosso blog? Então lembre-se de clicar nesses banners quando precisar reservar hotel ou alugar carro. Não custa nada pra você é para o blog já é uma grande ajuda!

Booking.com

banner-horizontal-ebook-7passos

Conte pros seus amigos
Share