criança olhando avião da Aerolineas Argentinas
Argentina dicas gerais

Cias. Aéreas Argentinas: ai, que medo!

abr 02, 2012 Adriana Magalhães
Conte pros seus amigos
Share

Como todos sabem, eu sou praticamente uma especialista em Bariloche/Villa la Angostura (as seis vezes que já fui lá devem me capacitar para me tornar expert em algo).
E a primeira coisa que falo para quem me pergunta qualquer coisa é: tenha paciência, porque as companhias aéreas argentinas não são nada confiáveis (para falar um palavreado fino).
Já processamos 3 vezes companhias aéreas argentinas na justiça brasileira, e ganhamos todas as vezes.

Voo antecipado sem aviso

A primeira vez foi em 2006, quando eu e Bruno tiramos licença capacitação e fomos estudar espanhol em Bariloche, o Arthur tinha dois anos. Passamos um dia em Buenos Aires, e quando chegamos ao Aeroparque para viajar para Bariloche, com umas 2 horas de antecedência, o atendente da LAN nos fala com a cara mais tranquila do mundo: “o voo acabou de sair”. Mãe e filhos na escada do avião da aerolíneas Como assim????? O voo foi antecipado, vocês não foram avisados? Então voltem amanhã para pegar o outro. Não teve um pedido de desculpas, não serviram café nem água, eu, Bruno, as milhares de mala e um bebê, nada disso sensibilizou aquele …. Compramos passagem da Aerolineas, fomos no mesmo dia, mas quando voltamos para o Brasil, entramos no juizado de pequenas causas e a Lan teve que nos pagar danos materiais e morais.
Em 2009, uma maravilha, um voo direto da TAM de São Paulo a Bariloche. Pergunta se houve problema. Obvio que não.

Voo da Aerolineas remarcado sem aviso

Em 2010, a Aerolineas remarcou SEM AVISO prévio o voo Bariloche-Buenos Aires. Descobrimos somente um dia antes, navegando por acaso no site da empresa, e era véspera de Páscoa, e previmos que íamos perder nossa conexão em Buenos Aires para Brasília. Passamos o último dia das férias no telefone, tentando resolver isso. Novamente, nenhum pedido de desculpas, somente a cara de paisagem, e nos ferramos novamente. Perdemos a conexão, tivemos que passar umas doze horas em Buenos Aires e remarcar o voo pro Brasil. NOvamente, entramos na justiça, recebemos danos materiais e morais.

A culpa é do vulcão

Ano passado, em 2011, o vulcão Puyehue entrou em erupção no dia 4 de junho. No final de julho, quase 2 meses depois, a Aerolineas Argentinas ainda não tinha um esquema para seus clientes que tinham comprado passagem, já que o aeroporto de Bariloche estava fechado. Os voos estavam saindo para Esquel, a 300 km, e um ônibus levava os passageiros até Bariloche. Isso, na teoria. Na prática… Beleza, tudo certo, dessa vez, éramos nós 4 aqui de casa, os pais do Bruno, e Ugo e Carla, com os filhos Luca e Enzo. Quatro crianças e 6 adultos (sendo que dois idosos). Pergunta se isso foi motivo para a Aerolíneas nos respeitar?

crianças e mulher sentados no chão Aerolineas não respeitou crianças nem idosos

Quando estávamos na sala de embarque, ouvimos que o voo havia sido cancelado. Pegamos nossas malas e ficamos aguardando no saguão do aeroporto até as 18h por uma resposta da empresa. Pense num povo que não está nem aí pro cliente.

Fomos obrigados a ficar sentados no chão, já que o aeroporto Aeroparque só disponibiliza cadeiras no embarque. No saguão do aeroporto, só se pode sentar se o passageiro pagar para utilizar algum café ou lanchonete. Os funcionários da Aerolineas negaram o nosso acesso à sala VIP do aeroporto. Repito: 2 idosos com 68 anos e 4 crianças de 3 a 7 anos foram obrigados a esperar sentados no chão a decisão da Aerolineas.

Você troca um avião por um ônibus?

Depois de muita discussão, arrumaram um ônibus para nos levar a Bariloche (20 horas de viagem). Isso depois do Bruno ter sido coagido a assinar um termo que indicava que o voo estava “demorado”, e não cancelado. O ônibus oferecido NÃO continha refeição a bordo, e fez uma única parada no trajeto de 20 horas, o que obrigou todo mundo a comer biscoitos durante todo o tempo. Além disso, os motoristas fumavam no ônibus e, quando pedimos para parar, nos trataram como se estivessem fazendo um favor, e NÃO PARARAM DE FUMAR DENTRO DO ÔNIBUS OFERECIDO PELA AEROLINEAS ARGENTINAS.

Claro que, para voltar, desistimos do avião e compramos passagens dos ônibus de linha, de Bariloche a Buenos Aires. Os ônibus lá são maravilhosos, superconfortáveis, e servem refeições deliciosas a bordo, com filminho, eu adorei. Tanto que, para fugir das companhias argentinas, penso seriamente em voltar de ônibus a Bariloche.

No final, entramos novamente no “pequenas causas”, ganhamos em primeira instância danos morais e materiais, mas a aerolineas recorreu. Ainda não foi tomada a decisão de 2ª instância, mas imagino que continue favorável a nós.

Esse post todo é para você, amigo leitor, ficar ligado quando precisar tomar qualquer voo dessas empresas. Não espere que elas irão te respeitar, nem respeitar o horário do voo, esqueça. Assim fica mais fácil. Você deve se perguntar: por que essa louca continua indo pra lá? Por que vale muito a pena! Olhe essa paisagem e me diga!

Links relacionados

 


Você gosta do nosso blog? Então lembre-se de clicar nesses banners quando precisar reservar hotel ou alugar carro. Aliás, já coloca nos seus favoritos!!!

⇒⇒ Booking do blog Atravessar Fronteiras

Não custa nada pra você é para o blog já é uma grande ajuda!

Booking.com

banner-horizontal-ebook-7passos

Conte pros seus amigos
Share